Fechar

Escolha o seu idioma ou região

Close

This website content is also available in COUNTRY TO CHANGE.

Diretrizes para o design de juntas

Artigos

A temperatura e a resistência química são apenas parte da equação

A adequação de um material de vedação é definida por uma diversidade de fatores de aplicação, ilustrados no esquema adjacente. A perceção comum de que a temperatura e a resistência química devem ser asseguradas é apenas uma parte da equação. Os sistemas da Amorim Cork Composites garantem a integridade das juntas porque têm em consideração as várias variáveis envolvidas.

Flanges e área de vedação

Design adequado das flanges e das juntas

O design de compressão das juntas por aplicação de fixações espaçadas também depende da espessura da placa, pressões da junta admissíveis, desempenho da junta sob compressão e dimensões das flanges. A deformação máxima das juntas ocorre no local em que a fixação exerce força.

O grau de curvatura ou deformação da flange de cobertura depende de vários fatores. Este efeito poderá ser atenuado graças a um design adequado do espaçamento entre as fixações, à espessura e rigidez da placa da flange / tampa e à correta seleção dos materiais para as juntas. Recorra aos nossos gráficos de distorção das aplicações para decidir sobre a espessura ideal dos materiais para a sua aplicação.

 

Temperatura e ambiente

Seleção adequada de Materiais

Os nossos produtos são concebidos segundo fórmulas exclusivas e são fabricados apenas pela Amorim. Existe, literalmente, uma infinidade de formulações possíveis dentro de cada tipo de polímero e de cortiça, incluindo a mistura de tipos de polímeros.

Nos nossos produtos, fabricados a partir do mesmo elastómero de base, é possível encontrar um amplo leque de variações das propriedades físicas, tais como resistência à tensão, compressibilidade e rigidez.

Todas essas propriedades são fatores que geralmente afetam bastante a funcionalidade do material na aplicação. Também ocorre uma variação de outros fatores como a resistência química e a gama de temperatura, mas é geralmente menor.

Consulte as nossas Fichas de Dados detalhadas sobre a temperatura e a resistência química ou contacte-nos para mais informações.

Fixações

Normas aplicáveis às roscas

A rosca métrica de perfil ISO é a série de roscas eleita e tem substituído muitos sistemas mais antigos. Outros sistemas comuns incluem: British Standard Whitworth (Norma Britânica para Roscas de perfil Whitworth), o sistema BA (Associação Britânica) e a Norma Harmonizada SAE para Roscas.

As roscas métricas de perfil ISO são designadas pela letra M, seguida do maior diâmetro da rosca em milímetros, por exemplo, M8 x 1,25. Nos casos de um diâmetro igual ou superior a 1/4", os tamanhos da Norma Harmonizada SAE para Roscas são designados por 1/4"-20, 1/4"-28, etc., sendo que o primeiro número indica o diâmetro em polegadas e o segundo número corresponde às roscas por polegada.

A maioria dos tamanhos das roscas está disponível em UNC ou UC (Rosca Unificada Grossa ou Rosca Unificada Fina).

Saiba mais sobre o detalhes das roscas na ferramenta Joint QTOOL.

Classificações mecânicas

Os números ou formas marcados na cabeça do parafuso são designados por graus dos parafusos e definem a resistência do parafuso. O padrão internacional para as roscas métricas é definido pelas Normas ISO 898, SAE J1199 e ASTM F568M. No caso de tamanhos imperiais, o grau é definido pelo número de formas radiais. Os parafusos de perfil ASTM e ISO usam valores inteiros para indicar os graus.

Procedimento de montagem

  • Verificar as fixações, porcas e arruelas e limpar a superfície das flanges. Substituir o(s) componente(s), se necessário.
  • Não utilizar fixações lubrificadas, salvo se previamente especificado após a análise do binário. Analisar o binário com o nosso software de Vedação QTOOL.
  • Utilizar arruelas sob as fixações e as porcas sempre que possível.
  • Instalar a nova junta; não usar novamente as juntas antigas ou utilizar várias juntas.
  • Instalar as fixações numa sequência de padrão em cruz (ver abaixo) e apertar à mão.
  • Para um aperto correto e uniforme das fixações são necessários 3 passos até atingir o binário final, respeitando a sequência de padrão em cruz para cada passo.

 

Partilhar

Onde estamos

:

Headquarters Rua de Meladas,
260, 4535-186 Mozelos VFR Portugal

embed google maps
we provide the best link directory overview